Connect with us

Noticias

É verdade que sempre surge uma grande epidemia no ano 20 de cada século?


Publicação feita nas redes sociais constatou que o mundo teve as maiores epidemias nos últimos 8 séculos sempre no ano 20! Será verdade?

A postagem surgiu nas redes sociais na segunda semana de fevereiro de 2020 e afirma que, desde 1320, todas as maiores epidemias que assolaram a humanidade teriam surgido no ano 20 de cada século.

Segundo o texto compartilhado, em 1320, a chamada Peste Bubônica quase dizimou a humanidade e em 1420, a Peste Negra repetiu o estrago feito no século anterior. O autor desse texto compara esse fenômeno com a epidemia do Coronavírus, que se espalhou em 2020.  

Será que essa afirmação é verdadeira ou falsa?

Texto publicado em diversas páginas no Facebook na segunda semana de fevereiro de 2020: “A propósito do Coronavírus, da sua perigosidade e consequente possibilidade de destruição, lembremos as seguintes datas: • 1320 – Peste Bubónica • 1420 – Peste Negra • 1520 – Império Azteca morre de Varíola • 1620 – Surto de moléstia contagiosa ‘Passageiros do Mayflower’ • 1720 – Praga de Marselha • 1820 – Epidemia de Cólera • 1920 – Gripe Espanhola • 2020 – Coronavírus Dá que pensar, não dá? Será coincidência”

Verdade ou mentira?

Como sempre mostramos aqui no E-farsas, os criadores de boatos digitais sempre procuram o assunto do momento para conseguir mais engajamento em suas invenções. Nesse caso, o autor se aproveitou do assunto “coronavírus” para espalhar desinformação, misturando alguns dados reais com invenções.

Além disso, quem inventou isso omitiu algumas datas em que ocorreram surtos de doenças importantes, apenas para que a sua teoria dê certo.

1 – Peste Bubônica em 1320

Status: Meia verdade!

Acredita-se que os primeiros surtos de Peste Bubônica tenham surgido em 1320, na China. No entanto, a doença foi se espalhando pelo mundo nos anos seguintes, tendo seu auge, na Europa, por volta do ano de 1346.

As pessoas que tratavam pacientes com peste bubônica usavam essa roupa esquisitona aí! (foto: Reprodução/Google Images)

2 – A Peste Negra em 1420

Status: Falso!

A epidemia de Peste Negra teve seu auge entre os anos de 1346 e 1353 e estima-se que ela fez mais de 200 milhões de mortos. Como o texto afirma que o surto de Peste Negra ocorreu em 1420, podemos classificar essa primeira afirmação como falsa!

3 – Povo asteca morreu de varíola em 1520

Status: Falso!

A civilização asteca morreu entre os anos de 1545 e 1550, por causa de uma epidemia de varíola. Estudos calcularam que a doença matou mais de 15 milhões de pessoas.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 – t.me/efarsas

4 – Surto de moléstia contagiosa em 1620

Status: Verdade!

O navio Mayflower levava os religiosos ingleses em novembro de 1620 (para uma viagem de 80 dias), quando uma doença contagiosa matou mais da metade da tripulação. Não foi bem uma epidemia de grandes proporções, como o texto dá a entender, mas a data está correta!

5 –  Praga de Marselha em 1720

Status: Verdade!

Conhecida como a Grande Peste de Marselha, essa epidemia de uma variação da Peste Negra realmente ocorreu em 1720 e matou cerca de 100 mil pessoas na cidade de Marselha, na França.

Parece que a vestimenta não mudou muito! (Foto: Reprodução/Facebook)

6 – Epidemia de Cólera em 1820

Status: Falso!

A cólera teve a sua primeira pandemia registrada no continente asiático em 1817 e foi se alastrando para outros continentes. 

7 – Gripe Espanhola em 1920

Status: Falso!

Em 1918 surgiu o vírus influenza que que matou mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo! A Gripe Espanhola também é conhecida como a “Gripe de 1918” e não como a “Gripe de 1920”.

8 – Coronavírus em 2020

Status: Meia verdade

Como já mostramos aqui no E-farsas, o coronavírus 2019-nCoV foi relatado pela primeira vez o final de dezembro de 2019 e ganhou força no começo de 2020. Nesse caso, o autor apenas arredondou o ano para adequar mais essa doença à sua teoria.

Epidemias omitidas

Apesar de acertar em algumas datas, o autor simplesmente omitiu os anos em que a humanidade foi afetada por grandes pandemias, como o grande surto de ébola na África Ocidental, de 2014. Além de várias outras pandemias, como à da “Gripe do Frango”, de 1997 e a da AIDS, em 1981.

Conclusão

A publicação que afirma que as maiores pandemias que assolaram a humanidade teriam surgido no ano 20 de cada século é falsa! O texto mistura dados reais com falsos e omite dados que atrapalhariam a teoria!



Source link

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Noticias

Lembra da Xena, a Princesa Guerreira? O tempo não foi bom para ela


Você se lembra da atriz Lucy Lawless? Ela ficou conhecida em todo o mundo, inclusive, aqui no Brasil, como ‘Xena, a Princesa Guerreira’. Lucy Lawless acabou virando um ícone lésbico na década de 1990. Hoje, mais de 20 anos depois, Lucy Lawless está com 51 anos de idade e muita coisa mudou. Com isso, muitos fãs lembram com carinho da atriz.

Atriz que fez Xena, a Princesa Guerreira está com mais de 50 anos e bem diferente

Muita gente acredita que o tempo não foi tão bom com Xena, que chegou a virar um símbolo para homens e mulheres. “Nossa, você envelheceu bastante. No entanto, ainda gosto muito de você”, disse um dos internautas ao comentar o assunto. 

Veja abaixo um vídeo que mostra a atriz de Xena conversando com os fãs; ela é bastante ativa nas redes sociais, onde recebe elogios e também recados de saudades de fãs de todo o planeta. 

Em vídeo raro, atriz que fez Xena reaparece bastante diferente e chama a atenção dos internautas

Já no vídeo abaixo, Lucy aparece em uma nova série. O último trabalho dela havia sido como a personagem Ruby, em Ash vs. Evil Dead, de 2016. No entanto, no final do ano passado, Lucy divulgou imagens de uma participação em My Life Is Murder.

Muita gente não sabia que Lucy Lawless era da Nova Zelândia. É da região que vieram várias séries de sucesso como Hércules. No Brasil, Xena virou uma espécie de tapa buraco de diversos canais, chegando a passar em emissoras diferentes. “Caramba, você é bem especial, marcou minha infância e adolescência”, disse um dos internautas ao comentar a situação.





Source link

Continue Reading

Noticias

Os homens roncam durante a noite para proteger suas esposas dos maus espíritos.


Os homens roncam durante a noite para proteger suas esposas dos maus espíritos. Uma equipa de investigadores russos chegou à conclusão que os homens roncam durante a noite por um bom motivo…para espantar espíritos.

Segundo os investigadores, um em cada quatro homens  ronca que nem um porco durante toda a noite, isso incomoda as suas esposas, muitas delas chegam até a se divorciar.

Agora está provado que os homens têm boas intenções quando “emitem porcos”, e quanto mais alto melhor.

FB.AppEvents.logPageView();

};

(function(d, s, id){ var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));



Source link

Continue Reading

Noticias

Os homens roncam durante a noite para proteger suas esposas dos maus espíritos


Uma equipa de investigadores russos chegou à conclusão que os homens roncam durante a noite por um bom motivo…para espantar espíritos.

Segundo os investigadores, um em cada quatro homens  ronca que nem um porco durante toda a noite, isso incomoda as suas esposas, muitas delas chegam até a se divorciar.

Agora está provado que os homens têm boas intenções quando “emitem porcos”, e quanto mais alto melhor.




Source link

Continue Reading

Destaque

Copyright © 2019 Zipviral.net