Connect with us

Noticias

Ministra da Saúde de Ontário fingiu ter tomado uma vacina contra a gripe?


Assim como aconteceu na publicação anterior, um outro leitor do E-Farsas nos enviou mais uma sugestão de artigo. Dessa vez, o caso envolve uma senhora chamada Christine Elliott, vice-primeira-ministra de Ontário, no Canadá. Ela também acumula a função de ministra da Saúde da província canadense! E qual a polêmica que anda circulando? Ela teria sido flagrada recebendo aquilo que os teóricos da conspiração taxaram de “vacina falsa contra a gripe”! E como eles tiveram certeza disso? Uma filmagem de alguns segundos, exibida durante uma reportagem de TV, teria mostrado que a seringa utilizada não tinha nenhuma agulha!

Para os teóricos da conspiração essa é a prova cabal de que os políticos sabem do perigo que as vacinas representam, uma vez que eles apenas fingiriam que estão se vacinando. Resumindo? Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço!

Confira abaixo a publicação de uma página chamada “Flat Earth Brazil” (arquivo) datada de 1º de novembro de 2019:

Publicação da página “Flat Earth Brazil”

Agora, confira o vídeo que foi disseminado na publicação acima:

 

Entretanto, será que essa história é verdadeira? A seringa realmente não continha nenhuma agulha? Tudo não passou de uma encenação para enganar a população? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Falso! Desde que Christine Elliott assumiu como vice-primeira-ministra e ministra da Saúde de Ontário, no Canadá, em 29 de junho de 2018, ela se tornou a responsável por dar o “pontapé” inicial na campanha de vacinação contra gripe na província canadense. O que os teóricos da conspiração não mostraram foi justamente um vídeo mostrando Christine se vacinando no ano passado e uma filmagem, de uma outra emissora de TV, mostrando ela se vacinando neste ano. Nas duas situações podemos notar que se tratava de uma seringa normal e com agulha.

A seguir, vamos explicar melhor essa história para vocês!

A Vacinação de Christine Elliott em 2018

No dia 29 de outubro de 2018 (arquivo), uma conta no Twitter chamada “Ontario News Now” publicou o seguinte tuíte (devidamente traduzido):

É temporada de gripe, e a ministra da Saúde Christine Elliott lançou a campanha gratuita contra a gripe, em Ontário. A ministra desafiou todos os ontarianos a tomar a vacina contra a gripe o quanto antes e a postar uma foto ou vídeo nas redes sociais usando a hashtag #FightTheFlu

O tuíte vinha acompanhado de uma espécie de reportagem em vídeo, que vocês podem conferir logo abaixo:

 

É possível notar claramente, a partir de 0:40, que a seringa tinha uma agulha e que Christine Elliott foi vacinada diante das câmeras. Afinal de contas, se tratava de uma coletiva de imprensa. Se houvesse alguma fraude, muito provavelmente haveria alguma denúncia, correto? Prova disso é que nenhum teórico da conspiração questionou absolutamente nada no ano passado.

É possível notar claramente, a partir de 0:40, que a seringa tinha uma agulha e que Christine Elliott foi vacinada diante das câmeras.

Alguns Detalhes Interessantes

Além disso, existem outros detalhes que acreditamos ser pertinentes:

  1. A conta “Ontario News Now” foi criada em 31 de julho de 2018 e pertence ao Partido Conservador Progressista de Ontário. Este, por sua vez, é um partido político de centro-direita, que também é o mesmo partido, no qual Christine Elliott faz parte. Portanto, eles poderiam simplesmente ter editado essa parte e a vacinação ocorrido num ambiente controlado, mas nada disso aconteceu.
  2. A vacinação aconteceu na Snowdon Guardian Compounding Pharmacy, em Toronto, capital de Ontário. Essa é uma respeitada farmácia da cidade, que foi fundada em 1906! Jim Snowdon, proprietário do estabelecimento desde 1970, foi o responsável por aplicar a vacina em Christine.
  3. Jim Snowdon já ganhou um prêmio de farmacêutico do ano, em Ontário, no ano de 2003! Ele também é membro da Igreja Unida do Canadá – a segunda maior denominação cristã do país depois da Igreja Católica Romana. Ela é basicamente uma denominação protestante evangélica fundada em 1925, como resultado da fusão das quatro denominações protestantes.

A vacinação aconteceu na Snowdon Guardian Compounding Pharmacy, em Toronto, capital de Ontário.

E o que tudo isso tem a ver com a vacina da gripe? Bem, geralmente vemos uma maior resistência de segmentos considerados mais conservadores da sociedade em relação as campanhas de vacinação. Curiosamente, no entanto, nenhum teórico da conspiração quis mostrar essa ação ocorrida no ano passado ao seu público.

A Vacinação de Christine Elliott em 2019

No dia 30 de outubro de 2019 (1 | 2), Christine Elliott mais uma vez exerceu sua função pública de promover a campanha de vacinação gratuita contra a gripe em Ontário. E, novamente, ela convocou uma coletiva de imprensa! Contudo, dessa vez ela foi até uma filial da “Rexall Drugstore” (uma rede de farmácias fundada em 1904 e que conta atualmente mais de 450 lojas), no Hospital Universitário da Mulher, da Universidade de Toronto.

Confiram duas fotos que foram tiradas no momento da vacinação de Christine Elliot:

Foto publicada na conta da Rexall Drugstore, no Twitter.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 – t.me/efarsas

Foto publicada na conta de Christine Elliott, no Twitter.

Repararam na quantidade de câmeras que estavam registrando o momento da vacinação? Então, quer dizer que toda a imprensa canadense foi “comprada” e compactuou com uma seringa falsa (ou sem agulha) diante dos olhos de tantos jornalistas? Evidentemente, não!

Confiram abaixo a reportagem (1 | 2) da emissora canadense CTV News, prestando bem atenção em 0:39 (o vídeo está sem som):

Notaram a presença da agulha? Não? Então, confiram a imagem abaixo:

A agulha da seringa aparece muito rapidamente durante um dos vídeos que foram realizados da ação.

Um Desserviço da Imprensa Canadense que Provavelmente Gerou Toda Essa Polêmica

E por qual motivo não vimos a agulha no vídeo, que foi amplamente divulgado pelos teóricos da conspiração? Bem, aquele vídeo pertence ao CP24 — um canal de notícias canadense — e se vocês forem bons observadores, irão notar que a seringa não possui mais aquela tampa protetora rosa. Isso é exatamente o oposto que vemos no vídeo veiculado pela CTV News.

Tudo indica que Christine efetivamente tomou a vacina contra a gripe, que se traduziu no momento registrado pela CTV News. Aliás, dá para notar uma certa resistência da pele de Christine no momento da aplicação, tendo assim a nítida sensação que houve realmente a picada de uma agulha. Contudo, provavelmente, um ou mais veículos de imprensa pediram para que o momento fosse repetido (isso pode acontecer por diversos motivos). Uma vez que não tinha como aplicar novamente a vacina, e nem mesmo furar desnecessariamente o braço de Christine, provavelmente optaram por retirar a agulha, e refizeram esse momento para fins de divulgação/publicidade.

Tudo indica que Christine efetivamente tomou a vacina contra a gripe, que se traduziu no momento registrado pela CTV News (à direita). Contudo, provavelmente, um ou mais veículos de imprensa pediram para que o momento fosse repetido, que se traduz no registro feito pelo canal CP24 (à esquerda).

E, nessa bagunça toda, os teóricos da conspiração utilizaram o vídeo do canal CP24 como se somente ele mostrasse o único e exato momento da vacinação. Entenderam o esquema e o quão sórdido isso acabou sendo para o leitor?

As Declarações de Christine Elliott

Segundo Christine, cerca de 5.000 moradores da província de Ontário teriam sido hospitalizados devido ao vírus da gripe somente no ano passado. Ela disse que, mesmo que as pessoas não estivessem preocupadas em ficar doentes, era importante tomar a vacina contra a gripe para proteger a família, amigos e vizinhos. Além disso, a vacina era especialmente importante para crianças pequenas, mulheres grávidas e pessoas com 65 anos ou mais.

Ainda segunda Christine, havia muita desinformação sobre as vacinas. Contudo, ela enfatizou que a vacina contra a gripe era segura, gratuita, e que era a melhor proteção para evitar adoecer.

Foi Utilizada uma Seringa Comum?

Tudo indica que sim! Numa rápida busca no Google encontramos modelos de seringas extremamente semelhantes.

Confiram abaixo algumas imagens:

Foto mostrando um modelo semelhante de seringa.

Outra foto mostrando um modelo semelhante de seringa.

Mais uma foto mostrando um modelo semelhante de seringa.

Conclusão

A alegação é falsa! Desde que Christine Elliott assumiu como vice-primeira-ministra e ministra da Saúde de Ontário, no Canadá, em 29 de junho de 2018, ela se tornou a responsável por dar o “pontapé” inicial na campanha de vacinação contra gripe na província canadense. Tanto na campanha do ano passado quanto na campanha deste ano existem vídeos mostrando Christine se vacinando e, em ambas as ocasiões, podemos notar que se tratava de uma seringa normal e com agulha.

Teóricos da conspiração não divulgaram tais vídeos para seus respectivos públicos, porque, provavelmente, sabiam da imensa fragilidade da narrativa que queriam propagar. Por outro lado, Christine Elliott deveria ter agido rapidamente para elucidar essa questão de forma consistente, algo que não fez até o fechamento deste artigo. Isso evitaria, por exemplo, que esse tipo de questionamento ganhasse força nas redes sociais.





Source link

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Noticias

Homem veste-se de mulher para tentar fazer o exame de condução no lugar da mãe


Um homem de 43 anos, foi detido esta terça-feira em Nova Mutum Paraná, Brasil, ao se vestir de mulher para tentar fazer o exame de condução no lugar da mãe.

Segundo a policia o homem já estava dentro do carro pronto para fazer o exame quando um responsável reparou no documento de identificação e descobriu logo várias dissemelhanças.

Já na esquadra, o mecânico de profissão disse aos policias que a sua mãe não sabia de nada. Ele apenas queria-lhe fazer uma surpresa.

“Queria chegar a casa um dia mais tarde e dizer à minha mãe que já tinha a carta de condução.”, disse o homem.

Mecânico estava maquiado e usava saia longa para tentar se passar pela mãe em prova do Detran — Foto: Divulgação/PM




Source link

Continue Reading

Noticias

Cadela e os seus 4 filhos amarrados dentro de um saco, foram resgatados a tempo.


Uma cadela e os seus 4 filhos amarrados dentro de um saco, foram resgatados a tempo. Josiane, trabalha há oito anos no apoio a animais e recebeu uma chamada de uma amiga a informar sobre a cadela.

“Foi um dos piores resgates que eu fiz na minha vida. Uma das piores cenas de maus tratos a que já assisti. Uma mãe doente com os filhos amarrados dentro de um saco, e atirados para o meio do nada”, disse Josiane numa publicação nas redes sociais.

A mãe, assustada, foi compreensivelmente cautelosa no início, quando Josiane se aproximou, mas depois pareceu perceber que ela estava ali para ajudar.

Um cachorrinho estava ao seu lado, e os outros três estavam presos dentro do saco. Uma pequena família que alguma pessoa cruel tinha descartado como lixo.

O vídeo capta o momento em que as coisas começaram a mudar para melhor:





Source link

Continue Reading

Noticias

A Revista Coletiva Tendências aborda deepfake com o fundador do E-farsas!


Ouça a entrevista do fundador do E-farsas, Gilmar Lopes, que revela à revista Coletiva Tendências como funciona a técnica de manipulação de vídeos através de deeplearning!

No dia 09 de dezembro de 2019, foi ao ar a entrevista concedida pelo pesquisador Gilmar Lopes à Coletiva a sobre o que parece ser o próximo passo das fake news: A Deepfake!

No décimo sétimo episódio do podcast Coletiva Tendências, Patrícia Lapuente conversa com o fundador do E-farsas sobre as notícias falsas que circulam pela web e como o uso da deep fake poderá ser usada, tanto para o bem quanto para o mal, em futuro próximo.

Para ouvir a entrevista na íntegra, basta clicar no player abaixo:

Sobre as deepfakes

Para quem não está familiarizado com o tema, deepfake é um procedimento feito com a ajuda de inteligência artificial que consegue inserir o rosto de uma pessoa em um vídeo já pronto. A grosso modo, um script consegue substituir o rosto de um ator pelo de um político, por exemplo, e o resultado chega muito próximo à perfeição.

Em junho de 2019, batemos um papo com um dos primeiros brasileiros a trabalhar com essa tecnologia, o jornalista Bruno Sartori:

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 – t.me/efarsas

O que é Deepfake? Descubra aqui no E-farsas!

Fizemos um vídeo explicando como funcionam as deep fakes:

 

Muito obrigado à Coletiva Tendências pela oportunidade de falar sobre o assunto e esperamos que você tenha gostado de ouvir tanto quanto nós gostamos de ter gravado!



Source link

Continue Reading

Destaque

Copyright © 2019 Zipviral.net